sexta-feira, 16 de abril de 2010

Olho-Vivo

Um comentário:

daniel.pena disse...

"O gato da madame,
Anda perfumado,
Laço no pescoço,
Todo alinhado.

Bebe uísque,
Nem parece um gato,
Foge arrepiado, apavorado,
Quando vê um rato.

Anda sempre
De unhas pintadas.
Não anda na rua
Pelas madrugadas.

Não come sardinhas,
Porque têm espinhas.
Carne, tem que ser filé “mignon”,
E não faz miau,
Só faz miôn…"